terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Para Além das Montanhas

Título no Brasil: Para Além das Montanhas
Título Original: The Desperate Ones
Ano de Produção: 1967
País: Estados Unidos, Espanha
Estúdio: David Films, Pro Artis Ibérica S.A.
Direção: Alexander Ramati
Roteiro: Alexander Ramati
Elenco: Maximilian Schell, Irene Papas, Raf Vallone

Sinopse:
Em 1941 dois irmãos poloneses são capturados por tropas soviéticas e enviados para uma prisão russa na Sibéria. Em um típico gulag do regime Stalinista os prisioneiros são tratados da pior maneira possível, em uma situação que muito se aproxima dos campos de concentração nazistas. Transferidos várias vezes durante anos eles conseguem escapar da prisão mas para conseguirem ganhar a liberdade de uma vez por todas terão que sobreviver nas duras condições das montanhas geladas da fronteira com o Afeganistão.

Comentários:
Recentemente tivemos a trista notícia da morte do grande ator austríaco Maximilian Schell (1930 - 2014). Sem dúvida uma grande perda para o mundo do cinema mundial. Intérprete elegante, sofisticado, que sabia incorporar um oficial alemão nazista como ninguém, aqui ele surge em um papel bem diferenciado de sua carreira, pois ao invés de dar vida a oficiais carrascos nazistas da Segunda Guerra, ele interpreta uma vítima daquele conflito insano que varreu a Europa e o mundo. No papel do prisioneiro Marek ele apresenta um de seus personagens mais viscerais. O roteiro também inova pois deixa um pouco as atrocidades cometidas pelas tropas de Hitler de lado para mostrar a brutalidade de outra ditadura feroz da época, a de Josef Stalin no comando da extinta União Soviética. As prisões eram verdadeiros campos de concentração onde milhares de pessoas morriam de fome e frio, além de assassinatos em massa cometidos em torno de uma ideologia que pregava a igualdade mas que na realidade só servia para destruir os inimigos do regime de forma sumária. O texto se propõe a servir de denúncia contra os absurdos do comunismo sob a tirania de Stalin e os limites que um homem pode alcançar para tentar alcançar sua liberdade definitiva. Cenas fortes e realistas que causaram espanto na época. Vale certamente a recomendação nessa semana em que perdemos o grande Maximilian Schell!

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.5

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir