quinta-feira, 20 de março de 2014

César e Cleópatra

Título no Brasil: César e Cleópatra
Título Original: Caesar and Cleopatra
Ano de Produção: 1945
País: Inglaterra
Estúdio: Gabriel Pascal Productions, United Artists
Direção: Gabriel Pascal
Roteiro: George Bernard Shaw
Elenco: Claude Rains, Vivien Leigh, Stewart Granger

Sinopse:
Cleópatra (Vivien Leigh) é uma jovem princesa, descendente da dinastia dos Ptolomeus, que almeja um dia se tornar a Rainha do Egito. Para isso terá que vencer a disputa pelo trono com seu próprio irmão. Em busca de apoio ela acaba conhecendo o influente romano Júlio César (Claude Rains) que logo cai em seus braços. César encontra a perspectiva de um romance mais tentador do que ele esperava, uma vez que Cleópatra é uma política rara, além de brilhante. Como se esses atributos não lhe bastassem ainda é uma linda mulher. E para Cleópatra, um relacionamento amoroso com o homem mais poderoso do mundo pode lhe render muitos dividendos no futuro.

Comentários:
Quando se fala em Cleópatra no cinema as pessoas lembram imediatamente de Elizabeth Taylor. Também pudera, a super produção que estrelou na Fox durante os anos 60 realmente marcou época. O fato porém é que muitos anos antes de Taylor dar vida à Rainha do Egito, outra grande atriz da sétima arte interpretou a marcante figura histórica. Vivien Leigh encarnou com perfeição essa personagem da história tão marcante. O texto, baseado na peça do grande George Bernard Shaw, é bem mais teatral do que o que vimos no filme de Elizabeth Taylor. Além disso não há como comparar ambos os filmes em termos de produção pois essa foi realizada na Inglaterra, sem o luxo e pompa do filme americano. Mesmo assim considero o roteiro desse filme bem mais inteligente e bem escrito, com mais detalhes e desenvolvimento de personagens, do que a megalomania Hollywoodiana estrelada por Liz Taylor. Vivien Leigh também está muito bela, esbanjando charme e elegância em sua interpretação. Para falar a verdade sua atuação é bem mais convincente pois captou melhor a essência da personalidade da  Cleópatra real que não era apenas uma mulher bonita mas ambiciosa e ardilosa também. Assim deixamos a dica desse filme épico que realmente impressiona ainda hoje, mesmo após tantos anos de seu lançamento original. Que tal conhecer a Cleópatra de Vivien Leigh? Não vá deixar passar em branco.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.8

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir