domingo, 25 de maio de 2014

Dois Amores

Título no Brasil: Dois Amores
Título Original: Two Loves
Ano de Produção: 1961
País: Estados Unidos
Estúdio: Metro-Goldwyn-Mayer (MGM)
Direção: Charles Walters
Roteiro: Ben Maddow, Sylvia Ashton-Warner
Elenco: Shirley MacLaine, Laurence Harvey, Jack Hawkins

Sinopse:
Anna Vorontosov (Shirley MacLaine) é uma professora americana que é indicada para ensinar numa distante escola rural de uma ilha da Nova Zelândia. Seus alunos, em sua grande maioria, são nativos Maoris. Logo Anna entende que métodos tradicionais de ensino não vão funcionar muito bem com aqueles jovens. Ela então decide inovar, ensinando de uma forma mais livre e clara, o que acaba desapontando as autoridades de ensino, entre eles o inspetor Brit William Abercrombie (Jack Hawkins) que considera seu sistema de ensinar simplesmente desorganizado e caótico! Filme indicado ao Urso de Ouro no Berlim International Film Festival.

Comentários:
Filme por demais interessante mostrando aspectos da vida de uma professorinha que acaba tendo como desafio ensinar um grupo de jovens nativos usando métodos tradicionais de ensino ou não. Ela logo entende que o que funciona para alunos americanos certamente não irá funcionar com aqueles garotos Maoris. O roteiro explora muito bem a dificuldade de tentar unir duas culturas completamente diferentes. Há um contexto histórico que a professora entende ser inadequada para aquele alunado, mas seus superiores não pensam bem assim. Disso nasce o conflito de visões. A crescente amizade entre Anna e Whareparita, de apenas 15 anos, acaba abrindo os olhos dela sobre a real natureza daquela situação. Shirley MacLaine assume seu primeiro papel adulto, deixando a vaidade de lado, assumindo um figurino mais sóbrio e sem glamour. Antes, a atriz havia optado por uma imagem de garota espevitada, muitas vezes até inocentemente apaixonada. Aqui ela realmente muda os rumos de sua carreira em um belo filme, que consegue misturar drama, romance e assuntos relevantes. Muito interessante e mais atual do que nunca!

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.7

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir