sábado, 10 de janeiro de 2015

Rod Taylor (1930 - 2015)

O ator australiano Rod Taylor, que estrelou o thriller de Alfred Hitchcock "Os Pássaros", morreu aos 84 anos, no último dia 7 de janeiro. Taylor vivia há décadas nos Estados Unidos e morreu em sua casa localizada em Los Angeles após um jantar oferecido a amigos e pessoas próximas. Sua carreira começou em 1951 quando atuou no filme "Inland with Sturt". Sua atuação na aventura australiana "O Pirata de Porto Belo" chamou a atenção dos estúdios de Hollywood. Sem pensar duas vezes mudou-se de seu país natal para os Estados Unidos. Após atuar no seriado de faroeste "Cheyenne" ganhou finalmente sua grande chance na produção "A Rainha Tirana" de Henry Koster onde teve a oportunidade de atuar ao lado de lendas como Bette Davis e Joan Collins. A partir daí a carreira começou a decolar aos poucos, dando a chance para Rod de atuar em alguns clássicos do cinema americano como "Assim Caminha a Humanidade" onde interpretou um personagem inglês, Sir David Karfrey.

Ao lado de Montgomery Clift e Elizabeth Taylor apareceu no excelente drama "A Árvore da Vida". Depois, demonstrando ser um ator eclético, que poderia trabalhar bem nos diversos gêneros cinematográficos, atuou numa comédia romântica de relativo sucesso chamada "Elas Querem é Casar". No final dos anos 1950 acabou porém encontrando o gênero no qual iria se consagrar, a dos filmes com muita fantasia e criatividade. O trampolim veio curiosamente na TV onde se destacou na famosa série "Além da Imaginação". Suas atuações lhe abriram as portas novamente do cinema americano, só que dessa vez focado em adaptações de grandes clássicos Sci-fi da literatura como "A Máquina do Tempo" onde interpretou o próprio autor do romance e personagem central do enredo, H. George Wells. A partir daí, sempre flertando com o público infantojuvenil, aceitou o convite de participar do clássico de animação da Disney "A Guerra dos Dálmatas" onde dublou o personagem canino Pongo. Foi assim um dos primeiros atores de Hollywood a topar fazer dublagens em animações, algo que hoje em dia se tornou comum.

Em 1963 após atuar em "O Pirata Real" (mais uma aventura de capa e espada onde interpretava o famoso bucaneiro dos mares Sir Francis Drake) foi chamado pelo mestre Alfred Hitchcock para trabalhar em "Os Pássaros" que se tornaria uma das obras primas do diretor. Acostumado ao modo britânico de trabalhar o ator acabou se dando muito bem ao lado de Hitch, que sempre econômico em palavras, não se furtou em elogiar sua atuação. Depois desse sucesso sua carreira ganhou um novo impulso e ele seguiu atuando em mais de uma dezena de filmes como "Águias em Alerta" ao lado de Rock Hudson e "A Espiã de Calcinhas de Renda" com Doris Day. Nunca veio a se tornar um astro de primeiro time em Hollywood, mas sempre foi muito requisitado para filmes e séries ao longo dos anos, principalmente por ser talentoso e muito profissional. Rod Taylor faleceu deixando esposa e filha. Que descanse em paz.

Pablo Aluísio.

Um comentário:

  1. Cinema Clássico - Pablo Aluísio
    Rod Taylor (1930 - 2015)
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir