segunda-feira, 20 de abril de 2015

Tarzan e o Vale do Ouro / Tarzan e o Grande Rio

Tarzan e o Vale do Ouro
Estréia do ator Mike Henry na pele do famoso personagem criado pelo escritor Edgar Rice Burroughs. Aqui já temos uma tentativa de modernizar Tarzan, o Rei das Selvas. Ele se comporta menos como um selvagem e mais como um galã bem polido, com cabelo cheio de brilhantina e modos gentis e educados, principalmente com as mulheres que cruzam seu caminho. Algo que fugia de certo modo da forma como foi concebido originalmente por seu criador. Nessa aventura filmada no México (mas que no roteiro seria a África) Tarzan precisa lidar com um grupo de criminosos, terroristas acostumados a enviar relógios explosivos a seus inimigos. Eles agora tencionam encontrar uma mitológica cidade de ouro escondida nos confins da floresta. O velho mito do Eldorado que tantas vezes povoou a imaginação dos conquistadores. Para isso acabam raptando um garoto que parece saber onde o vale de ouro se localiza. O roteiro foi parcialmente inspirado em uma história em quadrinhos que fez muito sucesso durante os anos 1960. Uma boa aventura acima de tudo, só prejudicada um pouco talvez pela falta de experiência de Mike Henry, que era forte, jogador de futebol americano, mas que não sabia atuar muito bem. De qualquer maneira vale a matinê. / Tarzan e o Vale do Ouro (Tarzan and the Valley of Gold, EUA, Suíça, 1966) Direção: Robert Day / Roteiro: Clair Huffaker, baseada na obra do escritor Edgar Rice Burroughs / Elenco: Mike Henry, David Opatoshu, Manuel Padilla Jr.

Tarzan e o Grande Rio
O público em geral acabou gostando das mudanças do primeiro filme de Mike Henry como Tarzan, "Tarzan e o Vale do Ouro". Assim um ano depois de seu lançamento chegou nas telas a segunda produção com o mesmo ator. Agora ele já surge menos tenso com a responsabilidade de encarnar o famoso personagem. O roteiro também tem maior fluidez, abrindo margem até mesmo para cenas mais cômicas e leves, sem tanta seriedade que acabou sendo o tom do primeiro filme. Como em time que está ganhando não se mexe os produtores mantiveram praticamente a mesma equipe, com um diferencial interessante: o filme foi rodado no Brasil! Na época as filmagens causaram grande sensação em nossos meios de comunicação, que resolveram cobrir com extensas reportagens a produção do filme em nosso país. Nem tudo porém foi festa para o ator Mike Henry. Ele acabou sendo atacado por um macaco em uma cena, o que acabou lhe causando um sério ferimento no queixo. Depois teve que correr de uma vaca que o atacou bem no meio de uma tomada de cena. Obviamente tudo foi parar nas páginas de revistas mensais da época como "O Cruzeiro" e "Manchete". Assim o público brasileiro acabou se divertindo em dobro, com as divertidas histórias do set e depois com o filme propriamente dito. / Tarzan e o Grande Rio (Tarzan and the Great River, EUA, 1967) Direção: Robert Day / Roteiro: Bob Barbash, baseado na obra do escritor Edgar Rice Burroughs / Elenco: Mike Henry, Jan Murray, Manuel Padilla Jr.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Tarzan e o Vale do Ouro ★★★
    Tarzan e o Grande Rio ★★★

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir