quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Marilyn Monroe e o nosso tempo

Por que Marilyn Monroe?
Depois de tantos anos decorridos de sua morte ela ainda segue sendo lembrada. Marilyn virou um ícone pop semelhante a Elvis Presley e James Dean, dois outros símbolos que foram contemporâneos da atriz e se negam a serem enterrados pelo tempo. Hoje em dia a empresa que cuida dos interesses e da imagem de Monroe fatura milhões todos os anos. Esse dinheiro não vem apenas dos direitos autorais de seus filmes e gravações fonográficas (que foram poucas e esporádicas), mas também do mundo da moda, das roupas e acessórios. De fato, Marilyn é um dos grandes nomes usados em marketing de produtos ao redor do planeta. E o que a imagem de Marilyn Monroe transmite exatamente nos dias atuais? Bom, a primeira associação vem com o cinema, porém não se resume a apenas isso. Ela também simboliza o máximo em termos de estrela das telas, considerada uma verdadeira deusa de Hollywood em seus anos de glória e auge. Marilyn assim vira sinônimo de glamour, juventude e beleza. O nome Marilyn Monroe consegue ainda evocar uma certa melancolia, tristeza e até mesmo desilusão com o seu destino trágico. Essa combinação acaba se tornando irresistível ao mercado.

Outro aspecto que ajudou na perenidade da fama da atriz é seu envolvimento com o presidente JFK e seu irmão Bobby. Esse caso amoroso poderia ser apenas mais um dentre tantos outros que ela manteve ao longo da vida se não fosse os complicados e inexplicáveis eventos que rondaram sua morte. Em cima deles foram escritos dezenas e dezenas (diria até centenas) de livros procurando decifrar o que realmente teria acontecido em sua casa naquela madrugada fatídica. Teria Marilyn Monroe morrido simplesmente de uma overdose acidental? Será que não foi um suicídio, tal como alegava a versão oficial, impulsionado por uma atriz com os nervos à flor da pele? Logo ela que tinha um longo histórico de atentados contra a própria vida... Ou tudo não passou de um encobertamento de algo bem maior envolvendo uma família rica e poderosa da política americana? Esse tipo de pergunta fez com que Marilyn se tornasse também um nome sempre em voga no nicho das teorias da conspiração - algo que americanos em geral adoram e cultivam como hábito de leitura e lazer. 

De qualquer maneira explicar porque algumas estrelas se tornam eternas na mente do público enquanto outras simplesmente são esquecidas não é uma tarefa fácil. Provavelmente Marilyn Monroe e sua incrível fama jamais seja explicada de forma completa e exaustiva. Pelo menos a razão sempre falha em termos de Marilyn. O que sobra de seu mito porém já vale a eternidade. A filmografia de Marilyn Monroe é certamente muito relevante, deliciosa de se assistir. São musicais, comédias românticas, alguns resgatando o antigo vaudeville e até dramas! Some-se a isso o fato da estrela ter sido dirigida por grandes nomes da história do cinema americano e você provavelmente entenderá que até mesmo dentro do fechado círculo de críticos cinematográficos Marilyn ainda se mostra um tema importante para se debater, estudar e analisar. Marilyn Monroe morreu? Bom, isso é uma pergunta que depende muito do ponto de vista de quem a faz e responde. No meu caso não tenho dúvidas que ela não morreu - aliás jamais morrerá.

Pablo Aluísio.

Um comentário: