sábado, 9 de abril de 2016

O Vale das Paixões

Título no Brasil: O Vale das Paixões
Título Original: This Earth Is Mine
Ano de Produção: 1959
País: Estados Unidos
Estúdio: Universal Pictures
Direção: Henry King
Roteiro: Casey Robinson, baseado na obra de Alice Tisdale Hobart
Elenco: Rock Hudson, Jean Simmons, Claude Rains, Francis Bethencourt, Cynthia Chenault, Dorothy McGuire, Kent Smith, Anna Lee.
  
Sinopse:
Após viver por praticamente toda a sua vida em Londres, a jovem Elizabeth Rambeau (Jean Simmons) retorna para viver na grande fazenda de seu avô na Califórnia. Rico produtor de uvas, ele agora vê seu outrora glorioso império em risco já que está vigorando nos Estados unidos a Lei Seca que proíbe a venda de bebidas alcoólicas. Para seu neto John (Rock Hudson) a única saída seria a venda da produção para gangsters e contrabandistas de Chicago, algo que deixa o velho patriarca completamente contrariado e ofendido, já que ele sempre primou pelo trabalho e pela honestidade. Mesmo usando de táticas ilegais, a elegante e refinada Elizabeth acaba ficando atraída por seu primo John, relevando suas falhas de caráter. O problema é que sua tia já lhe arranjou um casamento com um rico proprietário de terras, o culto, mas frívolo, Andre Swann (Francis Bethencourt). Filme indicado ao Golden Globes na categoria de Melhor revelação feminina (Cynthia Chenault).

Comentários:
Belo filme. É um daqueles dramas americanos dos anos 50 que investe nos problemas e atritos envolvendo um grande clã familiar, ricos donos de terras na Califórnia (no Napa Valley), que precisam agora se adequar aos novos tempos e aos novos desafios. A família Rambeau vive das vinheiras a perder de vista, mas ao mesmo tempo precisa superar velhos traumas envolvendo seus membros. O caso de John Rambeau (Rock Hudson) é um deles. Ele é filho bastardo da filha do velho patriarca, fundador do império de terras. No passado sua mãe se envolveu com o marido de sua própria irmã, caso amoroso escandaloso que acabou gerando John. Todos na família conhecem esse escândalo, mas ninguém ousa tocar no assunto. Criado assim como se fosse um pária (seu avô nunca gostou dele), John resolve apostar tudo para ficar rico e próspero. Para isso vale tudo mesmo, até se aliar com o mundo do crime de Chicago. Pior do que isso, ele começa a intimidar todos os pequenos produtores de uvas da região que não aceitam entrar em seu esquema. Afora todos esses conflitos John ainda precisa se acertar com sua prima, a bonita Elizabeth. Criada na Europa ela tem um refinamento que é bem estranho para John. Mesmo sendo tão diferentes entre si acabam se apaixonando, só que a tia deles pretende que Elizabeth se case com um rico herdeiro da região, tudo com o objetivo de unir as vinícolas, aumentando ainda mais seu poder e riqueza. Um casamento forjado, meramente de interesse, que tem pouco a ver com sentimentos verdadeiros. Do elenco três nomes se destacam. O primeiro é o do próprio Rock Hudson. Ele sempre procurou interpretar personagens acima do bem e do mal, íntegros e honestos. Aqui temos uma pequena exceção, pois seu John Rambeau é um tanto dúbio em seus princípios éticos. Ele não está muito interessado em saber o que é certo, mas sim em ficar rico, a todo custo. Jean Simmons também surpreende, apesar de seu papel ser menos interessante. Sua Elizabeth se resume em uma beldade, uma heroína de filmes desse estilo. Pelo menos está bem bonita em cena, diria até exuberante. Por fim há a grande interpretação do veterano Claude Rains que dá vida ao velho patriarca Philippe Rambeau. Mesmo diante de uma grande crise causada pela Lei Seca ele se recusa a deixar de ser um homem honesto e respeitador das leis de seu país. Um fazendeiro tradicional que sabe o valor que tem. Filme muito bom, com personagens complexos e bem desenvolvidos, tudo abrilhantado pelos excelentes cenários naturais de uma Califórnia que unia o velho sonho americano aos desafios de um novo tempo, de uma nova era. Vale a recomendação para os fãs de filmes clássicos.

Pablo Aluísio.

3 comentários:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★★
    Elenco: ★★★★
    Produção: ★★★★
    Roteiro: ★★★★
    Cotação Geral: ★★★★
    Nota Geral: 8.6

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Rock Hudson fez bons filmes. Preciso ver esse. Dele me lembro apenas de Assim caminha a humanidade e pouca coisa além disso. Vou procurar ver outros filmes.

    ResponderExcluir
  3. É sempre muito bom e gratificante ver ou rever filmes clássicos antigos. Para quem é cinéfilo certamente é um grande prazer.

    ResponderExcluir