segunda-feira, 11 de julho de 2016

A Espada e a Cruz

Título no Brasil: A Espada e a Cruz
Título Original: La Spada e La Croce
Ano de Produção: 1958
País: Itália
Estúdio: Valiant Films
Direção: Carlo Ludovico Bragaglia
Roteiro: Ottavio Poggi, Sandro Continenza
Elenco: Yvonne De Carlo, Jorge Mistral, Rossana Podestà, Terence Hill, Philippe Hersent
  
Sinopse:
Quando o imperador romano Tiberius resolve enviar o centurião Caio Marcellus (Jorge Mistral) para descobrir o que estaria acontecendo na Judeia do Século I sob administração de Pôncio Pilatos (Philippe Hersent) ele descobre que há uma nova fé nascendo naquela região. Os seguidores de um galileu chamado Jesus de Nazaré pregam uma nova filosofia de vida baseada no amor e na misericórdia, trazendo uma mensagem nova e inovadora, desconhecida completamente pelos romanos. Cabe a Marcellus então descobrir se aquele homem incomum e seus seguidores poderiam se tornar de algum modo uma ameaça ao poder da Roma Imperial.

Comentários:
Filme italiano que procura mostrar a história de Jesus sob um outro ponto de vista. Ao invés de contar a história do Messias sob a visão de seus seguidores o roteiro procura mostrar tudo sob o olhar dos romanos da época. O protagonista é um centurião chamado Marcellus. Enquanto está na distante Judeia avaliando o governo de Pilatos naquele lugar conturbado por várias rebeliões, ele vai desvendando também as lendas que vão surgindo em torno de Jesus. Dessa forma Marcellus acaba conhecendo vários personagens bíblicos como Maria Madalena (interpretada pela sensual Yvonne De Carlo), uma cortesã pela qual se apaixona. Há também Barrabás, mostrado aqui como um revolucionário judeu que deseja libertar seu povo do domínio romano. Por fim há Jesus. Curiosamente sua face nunca é mostrada durante o filme inteiro. Ele surge apenas de relance, aparecendo glorioso em alguma passagem famosa do evangelho. Numa delas Jesus desafia a multidão a atirar a primeira pedra em Maria Madalena, que está prestes a ser apedrejada por ser uma mulher impura. "Atire a primeira pedra aquele que nunca pecou!" - diz Jesus. Em outro momento ele ressuscita do mundo dos mortos um homem chamado Lázaro, irmão de Maria Madalena. Terence Hill, o famoso Trinity, interpreta esse personagem, o que não deixa de ser muito divertido. O roteiro assim vai avançando, sempre tangenciando a história do carpinteiro Jesus, sem nunca ir diretamente ao ponto central. A produção é apenas razoável e o elenco, embora não seja formado por grandes atores, acaba dando conta do recado. Obviamente que o texto apresenta vários erros históricos em seu enredo, porém mesmo assim o filme "A Espada e a Cruz" acabou se tornando um grande sucesso em seu lançamento. Há uma inegável pressa em apresentar essa complexa história em um filme muito curto em duração, o que acaba prejudicando o resultado final. De qualquer forma, com um pouco de boa vontade e levando-se em conta a época em que o filme foi feito, ainda há coisas interessantes a se conferir. Como curiosidade histórica aliás essa produção está mais do que valendo.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.0

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir