quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Galeria de fotos - Ann-Margret / Joi Lansing


Ann-Margret
Foto promocional da atriz sueca Ann-Margret. Hollywood sempre teve tradição de importar atrizes estrangeiras para seus filmes. O americano médio, espectador, sempre teve curiosidade em sondar belezas exóticas, principalmente da Europa. Assim Margret foi para os Estados Unidos em busca da fama e do sucesso. O interessante é que desde o começo Ann se especializou em filmes mais voltados para o público jovem e adolescente. Sua estreia se deu com "Dama por um Dia" em 1961, mas seu primeiro sucesso de bilheteria aconteceu mesmo com "Adeus, Amor". Depois de trabalhar até mesmo como dubladora da popular animação "Os Flintstones" ela finalmente estrelou o grande sucesso de bilheteria de sua carreira, "Amor a Toda Velocidade" (Viva Las Vegas, 1964) ao lado de Elvis Presley, com quem acabou tendo um caso amoroso durante as filmagens. Segundo Margret ela só não se casou com o cantor porque ele já estava comprometido com a adolescente Priscilla, que iria se tornar sua esposa em 1968.


Joi Lansing 
Modelo, atriz e cantora, a bela loira Joi Lansing foi bem popular nos Estados Unidos e Europa durante os anos 50 e 60. Ela era considerada mais uma beldade do mundo da moda do que do cinema, mas mesmo assim foi para Hollywood atuar em filmes que acabaram com o tempo se tornando cults. Claro que em Hollywood já existia Marilyn Monroe, considerada a grande atriz da época, porém Joi foi aos poucos abrindo caminho, principalmente por causa de sua beleza, que era realmente marcante. Entre seus filmes mais famosos está o maior musical de todos os tempos, "Cantando na Chuva", e uma das obras primais de Orson Welles, "A Marca da Maldade". A atriz também fez bastante televisão, aparecendo na primeira série do Superman, além de ter atuado nos populares "I Love Lucy" e "Bat Masterson". Joi morreu relativamente muito jovem, em 1972, vítima de câncer de mama.

Pablo Aluísio. 

3 comentários:

  1. Galeria de fotos
    Beldades loiras de Hollywood.

    ResponderExcluir
  2. A Ann-Margret era linda e foi uma grande parceira do Elvis em Viva Las Vegas, provavelmente a melhor na época dos filmes, mas quando eu a vejo no Viva Las Vegas ela me parece meio arrogante, metida, petulante, principalmente em relação ao Elvis, talvez por causa da preferência que o diretor George Sidney, apaixonado por ela, lhe dava, ou por ter ciência que o Elvis também estava caidasso por ela. Mulher é fogo e sabe usar essas coisas.

    ResponderExcluir
  3. Por mera coincidência assisti hoje o filme mais recente da Ann-Margret (vou escrever sobre ele amanhã no blog principal). Está uma senhora da terceira idade, uma vovozinha, mas ainda mantendo o velho encanto do passado.

    ResponderExcluir